Ativos alisantes em cosméticos

Tenho recebido vários questionamentos sobre o uso do formol e de (pasmem!) parabenos como ativos alisantes. Então, neste texto quero esclarecer alguns pontos cruciais sobre o assunto. Antes de tudo é importantíssimo deixar bem claro que o formol é proibido como ativo alisante, bem como parabenos e fenoxietanol não são alisantes (eles não têm esse tipo de ação; eles não alisam cabelo). Como os alisantes são um grande mercado nacional, ainda essa semana vou publicar um texto mais completo sobre os ativos alisantes permitidos pela Anvisa.

Parabenos e fenoxietanol não são ativos alisantes para cabelos.

Parabenos e fenoxietanol não são ativos alisantes. Foto: marin / FreeDigitalPhotos.net

Formol

Até 2012, o formaldeído (formol) era permitido pela legislação brasileira em concentrações máximas de 0,2%  como agente conservante (Resolução RDC 162/01). É importante deixar claro que, neste teor, ele não exerceria qualquer ação de alisamento dos cabelos como prometido por algumas empresas e profissionais cuja idoneidade deve ser questionada. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem uma seção inteira de seu site dedicada a este verdadeiro vilão da saúde pública nacional.

Em 2009, foi publicada a Resolução RDC 36, de 17 de junho, que proibiu a comercialização do formol em estabelecimentos como drogarias, farmácias, supermercados, empórios, lojas de conveniências e drugstores, com o objetivo de restringir o acesso da população ao formol e proteger a saúde de profissionais cabeleireiros e consumidores. Finalmente, a publicação da Resolução RDC N° 29, de 1° de junho de 2012, revogou essa decisão e desde então o formol não é mais permitido nem como conservante.

Estrutura química do formol, ou formaldeído, que não é permitido como conservante nem ativo alisante.

Estrutura química do formol, ou formaldeído.

 

Quais são os riscos do formol? Ele é tóxico, causa irritação à pele, com vermelhidão, dor e queimaduras. Pode causar câncer no aparelho respiratório, dor de garganta, irritação no nariz, tosse, diminuição da frequência respiratória, edema pulmonar e pneumonia. Pode ser fatal acima de determinadas concentrações. Além disso, a exposição frequente pode causar hipersensibilidade, dermatites, queda capilar, reações alérgicas, debilitação da visão, aumento do fígado. Quanto mais concentrado, mais perigoso é o seu uso.

Isso tudo pode ser conferido na página do Instituto Nacional de Câncer (INCA) dedicada exclusivamente ao formol.

As alternativas inescrupulosas

Algumas empresas migraram para o glutaraldeído (quem?), cuja estrutura e reação são similares ao formol só que por uma mera coincidência os malefícios também são muito semelhantes ou piores! Então, é literalmente trocar seis por meia dúzia. E ele também tem seu uso limitado a 0,1% como agente conservante (Resolução RDC 162/01 29/2012).

Estrutura química do glutaraldeido, uma das alternativas para driblar o uso de formol como ativo alisante para cabelos.

Estrutura química do glutaraldeido.

Eis que, para a minha surpresa maior, descobri há poucas semanas que os profissionais inescrupulosos adoram os conservantes! Eu já sabia que alguns cabeleireiros do Brasil diziam que suas escovas progressivas (escova marroquina, escova london, escova italiana, botox capilar, escova indiana, escova de flores, escova de cristal, escova de avestruz etc.) continham tiazolinona como alternativa ao formol e que ela é permitida pela Anvisa. Não! Nenhuma tiazolinona (a metilisotiazolinona ou a metilcloroisotiazolinona) possui qualquer ação de alisamento; elas não são ativos alisantes.

E então para piorar ainda mais o meio de campo, começaram a apelar para outros conservantes que já estão em cheque por outras razões: os parabenos. Exato! Ouvi falar de uma escova mega alisante com parabenos importados da Itália! Não precisava nem dizer que isso é o mais legítimo conto do vigário.

É exatamente por isso que o próximo post será sobre os VERDADEIROS agentes alisantes permitidos e aprovados não só no Brasil pela Anvisa, mas em todos os outros países do mundo. Não é coincidência, é ciência e respeito com a saúde dos consumidores.

Afinal, de que vale alguns meses de cabelos lisos se você não poderá usufruir deles por muito mais tempo? É melhor cuidar bem dos cabelos utilizando os alisantes tradicionais (temos um texto sobre eles que você pode ler aqui), gastar um pouco mais com tratamentos para deixar os cabelos bonitos e sedosos e poder viver bem e com o corpo e os cabelos saudáveis. É importante lembrar que saúde não se compra! Uma vez gasta e perdida você só poderá se lamentar (a mesma dica vale para os fumantes)…

Atualizado em 17 de janeiro de 2016.
ANÚNCIO

21 Comentários em "Ativos alisantes em cosméticos"

  1. Muito bom, muito bom mesmo! Eu usava o formol até pouco tempo atrás (ainda está no cabelo), mas estou atrás de algo que alise, sem me prejudicar, mas que tenha efeito natural… nossa.. espero que eu ache… Se não achar, vou ter que voltar aos cachos?

    Até mais!
    http://eusouloucapormoda.blogspot.com

  2. Ariadne, o ideal é você esperar, no mínimo, 6 meses antes de outro alisamento, cortando sempre as pontas até retirar todo o resíduo de formol dos cabelos.
    Existem, sim, processos muito eficientes de alisamento. O efeito natural você vai conseguir com a manutenção. Eu sempre digo com muito bom humor que lutar contra a natureza não é fácil e dá muito trabalho! rsrs A herança genética nesses casos sempre quer vencer a batalha. Ou você acha que as atrizes globais já acordam com aquelas madeixas lisas e brilhantes?

  3. Oi Gustavo,
    Adorei a matéria, rs agora só precisam tirar a escova Marroquina do quadro de anunciantes da sua página…rsrs.. fica antagonico!
    Bom,hj eu fiz um alisamento que chama Plástica dos Fios.. acho q é o alisamento Indiano.
    De todos os alisamentos que já experimentei, esse passa por 8 processos e voce fica quase 4 horas. Com, certeza deve ter formol ou algum analogo dele.
    Tem algo que não consegui entender… se a Anvisa nao permite, então como esses produtos são comercializados e exibidos nessas feiras de cosmeticos?
    Parabéns pela mátéria!

  4. Super esclarecedor!
    Faz anos q tinha grandes dúvidas quanto aos alisamentos, pois faço uso dessas "escovas alisadoras", nos salões a cada 3 ou 4 meses.
    Infelizmente, sei tbm q com certeza existe algum tipo de alteração (manipulação) nos produtos usados, pois seria impossível alongar minhas ondas por tanto tempo!
    Me sinto refém desses profissionais pois não temos como saber se os produtos realmente funcionam sem essas composições e quais realmente são seguros e eficazes.
    Estou no aguardo pela continuação da matéria.
    Beijos e obrigada.

  5. Posso te garantir ,que existem produtos alisantes,que dê o resultado que vc procura,detalhe(sem formadeíldo),o que a maioria das pessoas não sabem ,é o que realmente passam nas madeixas,muito menos se interessam! Pergunte ao tal profissional que tipo de alisamento estão usando,se possivél assine termo de responsabilidade,se ele negar…BATATA! Não faça.

  6. Gostaria de saber se alguém já ouviu falar no alisamento com fox gloss????
    Não sei a base dessa fómula, já ouvi falar que é de álcool, se alguém souber, favor me esclareça, pois estou querendo fazer um tratamento desses, mas primeiro preciso saber mais sobre ele…
    Meu E-mail é nanamacedo57@bol.com.br
    Beijos e obrigada…

  7. Gustavo, meu nome é Cel, faço curso de cabeleireira, vc disse p/ a cris Naadler, q iria achar a resposta aqui sobre o assunto fenoxietanol, e n achei esse conservante aki, nesse post gostaria de saber se esse tal de fenoxietanol (agente conservante)tem alguma coisa a ver com o maldito formol? é que eu senti no fundo de uma escova, tem esse cheiro insuportável, se é da familia do formol, ok? desde já agradeço…

  8. Cel, fenoxietanol não é alisante e não tem qualquer relação com o formol. Se você sentiu cheiro de formol é porque o produto que você usou tem formol! Estão te enganando…
    Para ser mais claro, estou escrevendo um post só sobre o fenoxietanol.
    Obrigado pela visita e pelo comentário!
    Att,
    Gustavo

  9. Oi Gustavo, gostei muito da sua matéria. Sou mãe de uma adolescente de 14 anos e ela quer por todo fim fazer uma progressiva. Hoje não basta ser liso, tem que ser super liso. Não sei qual usar, os apelos são muitos, é um bombardeio de produtos prometendo cura e milagres. Eu reviro a internet pra conseguir entender qual ativo seria menos agressivo e te confesso que quanto mais eu leio, mas confusa eu fico. Socorro!
    elainemonaco@yahoo.com.br

  10. Resolvi postar aqui pq também me preocupo com o assunto. Sou negra e faço relaxamento há mais de 6 anos com o mesmo produto: Salon Line à base de hidróxido de sódio. Nunca usei formol, mas ainda assim sei que todo alisamento demanda muuuuuita manutenção depois. Como não consigo ficar com os fios virgens pq é muito mais difícil de manter e modelar (meus cabelos naturais não formam cachos, são duros e compactos e só mesmo modelo ou atriz global para manter black power ou coisa que o valha bonito. É difícil até achar cabeleireiro que saiba apenas cortar cabelo afro! imagina hidratar e indicar produtos! Trabalho o dia todo, saio de manhã e volto à noite, por isso prefiro cabelo fácil de cuidar, lava e tá pronto. Só faço escova 1 ou 2 vezes ao ano e só relaxo para formar os cachos mesmo, mas dá-lhe hidratação semanal e leave in todo dia para manter a saúde dos fios. Saúde, aliás, em primeiro lugar.

  11. Andrea, esse país precisa de mais depoimentos como o seu pra estimular as mulheres a largarem de vez o formol. Um brinde à saúde!

  12. Olá pessoal. Ja fiz relaxamento com Sódio, amônia e guanidina. Para meu caso a amônia é a mais indicada por eu ter mtos cabelos brancos e um cabelo "super afro". A guanidina foi a ultima forma de relaxamento q usei e acabou com meus cabelos. Uma "profissional" acabou relaxando minhas madeixas com guanidina super e falou q poderia fazer mechas [OX 20 vol]. Em menos de 5 minutos o cabelos começou a estourar. Detalhe q em seguida aplicou uma progressiva a base de formol [marroquina]. Na época eu estava iniciando o curso de cabeleireira e nao sabia ao certo a verdadeira reação quimica q daria nesses processos juntos. Bem, agora estou eu aqui com os cabelos curtos esperando crescerem pra tirar toda a quimica da guanidina+formol+pó descolorante. Estou fazendo tmb um tratamento para "soltar" um pouco a raíz [dia a dia um pouco mais facil]. A ultima cabeleireira usou marroquina com 0,2% na raís, mas ja avisei q nao quero mais [na 1ª foi produto sem formol e 2ª com formol]. Estou sendo forte e DECIDI que nao quero mais alisamentos e sim, relaxamento com tioglicolato de amônia, pois dessa forma posso colorir meus fios, clarear [conforme a saúde dos mesmos] e deixá-los cacheados. Bem mais fácil os cachos para quem tem aquela raíz cruel. Formol, alisantes "poderosos" e etc estão fora de minha lista.

  13. gUSTAVO, ONDE ESTÁ TEU BLOG SOBRE O FENOXIETANOL? Preciso mto dessas informações, pois estou fazendo outro curso mais atual de cabeleireira. Obrigada. Meu face: Adriane Teixeira

  14. Gustavo, vc fez o artigo sobre o Fenoxietanol? Pq eu fiz a escova fox gloss e meu cabelo alisou, a cabeleireira que fiz, eu conheço e deixei bem claro que eu não gostaria de nada que tivesse formol no meu cabelo. Por isso quero que vc me esclareça pq se fizer mal a minha saúde vou continuar com meu wellastrate, que ja uso ha mais de 4 anos. Obrigada

  15. Tambem usei a Fox e ela da um liso perfeito, pergunto o porque que ela tem cheiro igual ao de formol, pode responder?

  16. José Eduardo, esse questionamento deve ser direcionado diretamente ao fabricante do produto. Se você desconfia que contém formol, não utilize.

    Enviei questionamento ao fabricante e assim que receber a resposta, divulgo a informação.

  17. Olá Gustavo! Gostei de sua orientação e sobre parabenos e formol,. Percebi que existem mitos profissionais de renome, que pensam que enganam a gente. Desejo dar uma repagnada no meu cabelo, mas , estou correndo de alisante, formol entre outros que danifiquem os cabelos. Uso Shampoo da Elseve, Condicionador, creme de pentear, óleo para frizz. Pensei em dixar o meu cabelo que que e anelado, um pouco mais com os pequenos cachos mais soltos. No entanto, todos os profissionais indicam selante, que é o mesmo que progressiva. Fz recentemente uma cauterização a frio. Mais uns dias ficou bom , e dias depois , voltou a armar e ficar ressecado. Não sei mais para onde correr, que produtos usar. Se tiver dicas mande inbox. Agradeço sua atenção e desejo muito sucesso em sa página, que é muito esclarecedora. Parabéns.

  18. Olá, eu fazia há escova uberliss há bastante tempo, depois mudei pro botox da probelle. As duas são a base de acido glioxilico, e já sei que ele é um formol mascarado, já que com o calor ele se transforma no mesmo.
    Um tempo atrás eu fiz escova a base de tioglicolato de amonia, da L’OREAL e odiei. Além de não ter tido um efeito muito bonito, meu cabelo ficou super danificado.
    Fico na duvida até hj entre optar por um produto que faz mal pro meu cabelo e um que faz mal pra minha saúde. Não quero ter que ficar com o cabelo crespooo! SOCORRO

    • Gustavo Boaventura | 29 de maio de 2016 at 23:13 | Responder

      Não se iluda Hellen, formol e ácido glioxílico também fazem mal aos seus cabelos. Você pode não sentir, pode achar que o cabelo está bem tratado, mas está destruindo a fibra capilar. Os alisantes indicados são mesmo os tioglicolatos, hidróxido de sódio e hidróxido de guanidina. Para manter o efeito liso e deixar os cabelos mais bonitos, deve tratá-los com frequência e fazer escovas periodicamente entre um alisamento e outro. Mas pense bem, cabelos crespos estão em alta e vem arrancando muitos elogios por aí.

  19. Oi Gustavo td bm? Amei a sua explicação sobre ativos de alisamentos… gosto muito de informação sobre alisamentos, só assim não somos enganados….o conhecimento é tudo, sou totalmente contra, faço alisamento definitivo e da p alisar com segurança…se puder me dá uma explicação sobre a exoplastia…. alisamento científico..
    Desde já agradeço… Barbara

    • Gustavo Boaventura | 22 de julho de 2016 at 11:38 | Responder

      Obrigado pelo comentário Barbara. Sobre sua solicitação, para um tratamento que se denomina “alisamento científico”, não encontrei artigos científicos publicados sobre o assunto. Também não obtive muita informação sobre essa técnica de exoplastia. Eles usam um ativo supostamente registrado, atribuindo inclusive o símbolo ® de marca registrada, mas o registro da marca foi indeferido no INPI. Foram informações que obtive em uma busca pela internet, se encontrar dados consistentes aí sim poderia te ajudar. Por enquanto, pouco pode ser dito sobre essa técnica de alisamento.

Deixe seu comentário