Related Posts with Thumbnails

Entrevista – Curiosidades e Mitos sobre Perfumes

14 de novembro de 2010 |

Qual perfume você usa? É nacional ou importado? O que você acha do fixador? Sabe como é criado um perfume? Pois tive uma conversa com o perfumista da Drom Fragrances Eurico Mazzini, o mundialmente premiado criador do perfume que compõe o Kaiak, da Natura. O resultado vocês podem conferir aqui em mais uma entrevista.

Cosmética em Foco - Tecnicamente, o que são perfumes e como são criados?
Eurico Mazzini -
O perfume é o resultado da combinação de ingredientes diversos, de diferentes origens e procedências. Nós perfumistas temos a nossa disposição uma gama de mais de cinco mil ingredientes para com eles criar cada perfume de maneira única. Não existem regras a serem seguidas com relação à quantidade e procedência dos ingredientes. A única coisa seguida pelo perfumista é a ideia que ele teve, usando assim os ingredientes para criar de acordo com sua imaginação, de acordo com o tipo de produto e preço. O perfumista imagina um cheiro, que ira combinar com o produto a ser lançado. Depois de ter o perfume em sua cabeça, ele seleciona os ingredientes e as quantidades, dai faz tentativas e mudanças ate chegar no que havia imaginado. A composição olfativa vai depender dos ingredientes utilizados, que podem ser florais, cítricos, aromáticos, ou a combinação de famílias olfativas, por exemplo. É importante citar que na perfumaria, os perfumes são criados para todos os tipos de produtos, não somente para colônias.

CeF - Afinal, o que é o fixador? Ele existe mesmo ou é mito?
EM -
Não existe um fixador propriamente dito. Não como um ingrediente exclusivo para esta finalidade como em outros cosméticos. Quando vemos as pessoas venderem fixadores ou falando que um perfume tem mais fixador ou fixadores especiais, é tudo mentira. Entre os ingredientes utilizados na perfumaria tem os que evaporam mais rápido e outros mais devagar. O perfume é sentido pelas pessoas através da evaporação, então as notas mais refrescantes, que são mais voláteis, saem primeiro e as mais pesadas depois. Com isso o perfumista tenta fazer com que a fragrância tenha uma evaporação equilibrada, combinando materiais mais leves com mais pesados. E assim, o perfume dura o tempo que tiver que durar.

CeF - Se não existe o fixador, então por que alguns perfumes ficam mais tempo que outros na pele?
EM -
O que determina o tempo de fixação de um perfume é a sua característica imaginada na criação. Um perfume não é melhor ou pior por fixar mais ou menos. Os perfumes mais frescos, por exemplo, são mais leves, possuem muitas notas cítricas e aromáticas, terão menor fixação e serão mais refrescantes. Por outro lado, os perfumes mais amadeirados, doces e orientais, serão menos frescos, mais pesados, e ficarão muito mais tempo na pele. Outro fator determinante é a concentração de essência no perfume, é claro que quanto mais alta a concentração, mais perfume terá e por mais tempo ficará.

CeF - Qual a diferença entre perfume, fragrância e essência?
EM -
Diria que não tem diferença, são todos sinônimos usados nas casas de perfumaria, ou casas de fragrâncias, para falar sobre seu produto. Variamos muito o vocabulário para falar da mesma coisa. Quando falo o perfume, poderia falar a fragrância ou a essência, nada muda. E como dizer somar, ou adicionar ou acrescentar.

CeF - Quais as melhores áreas do corpo lugares para se aplicar o perfume?
EM -
Não existe um local certo, inclusive penso que devemos usar quase no corpo todo, evitando apenas áreas sensíveis como olhos, boca, etc. Porém os pontos mais comumente usados são pescoço, braços e peito. Muitas pessoas também aplicam nas roupas, mas deve-se tomar cuidado com roupas brancas e claras, pois podem manchar.

CeF - Existem outros mitos e/ou curiosidades em perfumaria?
EM -
Outro mito além do fixador é com relação a ingredientes naturais. Muita gente acredita equivocadamente que quanto mais natural melhor e que perfume com muitos ingredientes sintéticos são ruins. Outro grande mito é que os perfumes franceses são melhores que os outros.

E vocês? Ainda têm alguma dúvida? Mais alguma curiosidade ou mito que gostariam de esclarecer aqui no Cosmética em Foco? Envie suas perguntas e comentários que vou fazer o possível para esclarecer!

3 comentários:

Dorothy Gale disse...

Oi!!! Tudo bem?
Descobri o blog de vcs hoje e achei ótimo! O acesso do consumidor as informações aqui colocadas é de extrema importância.
Tenho uma dúvida e talvez vcs possam me ajudar. O Glicopan Pet vem sendo usado nos cabelos por algumas pessoas e os resultados têm sido muito bons. Vcs acham seguro? Qual é a composição do veículo q.s.p. presente na fórmula?
Adorei os posts sobre no/lo poo!!! Seria muuuito legal disponibilizar uma lista com os silicones insolúveis, solúveis e a variação de nomenclatura.
Parabéns pelo blog!!! Agora estarei sempre por aqui!!!
Obrigada

Gustavo disse...

Dorothy, eu jamais aconselharia alguém a usar produto veterinário nos cabelos. A minha opinião sincera sobre isso é: se vai gastar essa fortuna em um produto veterinário, compra logo Kérastase ou um Powerdose. O resultado será ótimo e você não sentirá qualquer constrangimento ao comentar com as amigas.

Dorothy Gale disse...

kkkkkkkkkkkk o constrangimento é certo, Gustavo! O cheiro é forte e horrível!
Obrigada por responder!!! =D

Postar um comentário

Obrigado aos Hit Counter by Digits leitores deste site.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo